CCP


CCPComissão de Construção da Paz (CCP)

Queridos delegados,

Sejam bem-vindos à Comissão de Construção da Paz da edição 2014 da SiNUS! Estamos ansiosos para recebê-los em Brasília e conhecê-los!

Neste ano o tema da CCP é ??O Papel de Entidades Privadas em Missões de Paz?. As Entidades Privadas são instituições cuja atuação é de extrema relevância para a segurança internacional. Ao fim da Guerra Fria, a lógica bipolar deu lugar a novas ameaças e, consequentemente, as missões de paz diversificaram seu escopo e se complexificaram. Nesse contexto, a utilização de forças militares privadas, embora não fosse novidade, emergiu no plano internacional, suscitando diversas controvérsias ?? principalmente quanto à sua legitimidade e efetividade em construir um ambiente de paz duradouro. Isso fez surgirem discussões no que concerne tanto ao papel do Estado e da ONU na gestão de conflitos, quanto sobre o que a comunidade internacional considera uma abordagem justa aos mesmos.

A CCP, desde 20 de dezembro de 2005, passou a ser órgão responsável por coordenar e centralizar o manejo das questões de peacebuilding no interior da ONU. Além disso, segundo a resolução de 16 de setembro de 2005 da Assembleia Geral (60/1), ela se tornou um mecanismo institucional específico para tratar da recuperação, reintegração e reconstrução dos países atendidos. Quanto ao seu âmbito de atuação, a CCP trata somente de países em situações de pós-conflito ?? situações em que um acordo de paz já tenha sido concluído e um grau mínimo de segurança exista.

A mesa diretora da CCP desta edição da SiNUS é composta por quatro diretores: Vitória Sacramento, Nathalia Vieira, Raquel Bennet e Giovanni Hillebrand. Vitória, 21 anos, é uma baiana atípica que prefere ir ao cinema a pular carnaval. Ela é louca por filmes e séries e adora dançar. Foi diretora assistente do comitê UNESCAP da SiNUS 2013, quando se apaixonou pelo projeto. ? estudante de Relações Internacionais e suas principais áreas de interesse são: Segurança Internacional, Direito Internacional Público e Direitos Humanos.

Nathalia, 20 anos, já tem certa experiência e muito carinho pela SiNUS, sendo que na edição de 2013 participou como diretora assistente de Eventos. Seus interesses acadêmicos são: Ásia Oriental (principalmente China), Economia, Segurança Internacional e Relações Internacionais da África. Nas horas livres, Nathalia gosta de ir ao cinema e sair para jantar, além de adorar aprender novas línguas e dançar.

Raquel, 19 anos, entrou recentemente no mundo das simulações, e está muito feliz de estar participando da sua primeira SiNUS. Estudante de Relações Internacionais e (obviamente) apaixonada pela análise dos fenômenos internacionais, ela possui interesse em Economia (razão pela qual vive tendo crises de curso), Direitos Humanos, Direito Internacional e Segurança Internacional. Em seu tempo livre, Raquel gosta de ouvir música, sair com os amigos e assistir seriados (apesar de quase nunca ter tempo para apreciá-los). Espera poder dar o seu melhor e contribuir muito para a SiNUS.

Giovanni, 21 anos, teve sua primeira participação na SiNUS em 2009, como delegado. Após um longo hiato voltou ao mundo das simulações no início de 2013, desde então ajudando na organização. Estudante de Relações Internacionais e Psicologia, tem como principais interesses acadêmicos as áreas de teoria das relações internacionais, segurança internacional e psicologia política. No seu tempo livre, gosta de tocar violão, cantar (no chuveiro), assistir seriados e, a sua mais nova empreitada, dançar.

Felipe tem 18 anos e está indo para o terceiro semestre de Relações Internacionais. A SiNUS é a sua segunda simulação e a primeira participando como staff. Seus maiores interesses são História, Teoria política e línguas estrangeiras, mas Direito e as teorias das Relações Internacionais também o chamam muito a atenção. Adora músicas, seriados e no tempo livre, testar novas receitas na cozinha.

Vemos vocês na SiNUS!

[CCP] Guia Online

[CCP] - Artigo

Caso você seja delegado da CCP, entre no grupo do comitê no facebook.