Documentos

Na simulação, vários documentos serão utilizados tanto para tornar o debate mais fluido, quanto para organizar o processo de tomada de decisão do comitê como um todo. Cada um desses documentos será brevemente explicado abaixo.

Documento de Posição Oficial (DPO)

Confira todas as intruções sobre a elaboração do DPO aqui. Os documentos devem ser enviados para o e-mail do seu comitê até o dia 18/04!

Documento de trabalho

O Documento de Trabalho apresenta ao comitê qualquer informação tida como relevante pelos delegados. Pode-se, também, informar pontos mais específicos, como dados, estatísticas, gráficos e mapas. Esse documento também pode apresentar propostas objetivas que possam futuramente integrar um projeto de resolução. Em um documento de trabalho você pode apresentar um texto legal para discussão e já incluir, no próprio documento, as fundamentações e justificativas para tal texto. Escrito por um ou mais delegados, o documento de trabalho não possui formato específico e não precisa de signatários, mas deve ser apresentado à Mesa, que deve aprová-lo para que, então, os delegados possam mencioná-lo em seus discursos.

Cartas de Governo

São correspondências oficias dos Ministérios das Relações Exteriores de cada país para seus representantes. Elas podem abordar uma variedade de tópicos e normalmente incluem instruções em relação ao posicionamento dos diplomatas em algum ponto específico da negociação. As Cartas de Governo podem partir tanto do Ministério, indicando uma instrução, como do delegado, questionando como deve proceder em determinado ponto específico. A Mesa serve de intermédio para o encaminhamento dessa correspondência, sendo fonte de envio e recebimento das mesmas.

Correspondência Diplomática

A correspondência diplomática serve para uma comunicação informal entre os delegados ao longo das sessões. Ela é feita, normalmente, por meio de bilhetes endereçados a uma ou mais delegações específicas e passada em mãos pelos delegados. Essa correspondência possui um caráter secreto. Portanto, caso uma correspondência passe por você e não seja endereçada a você, não abra. Além de ser uma ofensa em termos diplomáticos, é falta de educação ler a correspondência alheia.

Documentos finais

Ao fim da deliberação sobre as questões em debate, os delegados se juntam para produzir um documento final que atenda aos padrões das Nações Unidas ou da organização em questão. O documento final comum à maior parte dos comitês é a resolução. O projeto de resolução redigido pelos delegados é levado para votação dentro do comitê, podendo ser aprovado ou não. Além das resoluções, a depender do comitê que está sendo simulado, é possível a aprovação de outros tipos de documento. Conferências podem aprovar convenções ou posicionamentos formais, e as Cortes redigem decisões jurídicas (sentenças), por exemplo.

Emendas

São pequenos documentos que servem para alterar projetos de resolução de uma maneira pontual. Elas podem ser de três tipos: adição, exclusão ou modificação. Uma emenda aditiva adiciona uma cláusula ao projeto; uma emenda de exclusão exclui por completo uma cláusula; e uma emenda para a modificação de uma cláusula serve para reescrever o texto da forma que melhor convir à delegação. Toda proposta de emenda passa por um procedimento de votação por todo o comitê.