Oratória e Negociação

Nos comitês da SiNUS, o participante tem a oportunidade de trabalhar diversas habilidades cruciais para seu futuro, como a negociação e a boa comunicação. Estas ferramentas fazem toda a diferença nos mais diversos ambientes: na apresentação escolar, na barganha na hora das compras, nos diálogos do dia-a-dia e, especialmente, na carreira profissional. Dessa forma, preparamos dicas para que os delegados, juízes e chefes de Estado da SiNUS possam maximizar seu desempenho na simulação:

Pesquise!

Prepare-se a fundo com relação ao tema que vai simular e quanto às posições que deve defender. O delegado que expõe argumentos bem embasados e conhece bem os interesses que deve defender tem potencial muito maior pra atingir seus objetivos e conseguir aliados. Para isto, não deixe de ver nossas dicas de pesquisa!

Defina seus interesses e mantenha a coerência

A próxima etapa é definir quais são os interesses que você deve defender ao longo das sessões. Quanto a isto, uma dica é: defina qual é o melhor resultado esperado, isto é, que decisões comporiam um documento final inteiramente favorável a você. Este deve ser o seu ponto de partida para a negociação, ainda que você precise abrir mão de partes de tal resultado no processo de barganha ?? então saiba, também, até onde lhe é possível ceder. Tendo definido seus interesses, é importante ainda que você mantenha a coerência ao longo das sessões. Isto é, argumente com firmeza a partir dos princípios que deve defender, e faça alianças coerentes com seus princípios e interesses.

Mantenha a postura diplomática

Mantenha-se calmo, firme e focado na defesa do posicionamento de seu país. Lembre-se de que se encontra em um espaço de negociação formal, então é crucial que se mantenha o decoro e que não sejam utilizadas palavras de baixo calão. Alimentar relações cordiais com outros delegados é o meio mais eficaz para que seus interesses sejam atingidos. Além disso, a postura diplomática implica na consciência de que é você quem melhor conhece a posição que representa! Afinal, você está seguindo instruções do seu ministro das relações exteriores, caso seja um delegado. Portanto, mostre-se sempre confiante, e ocupe-se de defender a sua posição ao invés de criticar a atuação de outros delegados.

 Saiba usar os espaços da negociação

Lembre-se de que a negociação política do seu comitê se dá em três espaços: o debate em si; as negociações nos bastidores; e a escrita da resolução. Todos esses espaços são cruciais para a promoção dos seus interesses, então não negligencie nenhum deles!

Trabalhe sua oratória

Como dito acima, o debate é um dos principais momentos da negociação do comitê. Uma boa oratória pode ajudar o delegado a fazer-se ouvir por seus colegas, ajudando-o a promover seus interesses de forma mais eficaz. Para isso, algumas dicas são: Seja preciso. Um discurso direto e objetivo é muito mais eficaz que uma fala prolixa, cheia de palavras complicadas, ambiguidades e com pouco conteúdo. Então faça bom uso do seu tempo, e prenda a atenção de todos!

Atente-se para o ritmo e volume da sua fala. Fale em um ritmo que favoreça a compreensão por outros delegados, e em um volume em que todos possam ouvir. Outro recurso é alterar o volume de sua voz nos pontos do discurso que quiser enfatizar, já que discursos de ritmo e volume constantes podem ser cansativos para os ouvintes. Pausas também podem ser utilizadas de forma a motivar suspense ou reflexão, por exemplo.

Linguagem não-verbal

A movimentação de mãos, por exemplo, pode dar maior dinamismo ao seu discurso, desde que não seja exagerada a ponto de distrair o ouvinte. Além disso, procure sempre manter o contato visual com seu público, ao invés de olhar para o teto ou para baixo ?? o que pode denotar insegurança.