CSC – UNASUR

O Consejo Suramericano de Cultura de la Unión de Naciones Suramericanas (CSC-UNASUL) é o comitê em língua espanhola da SiNUS 2017 e tem como temática as “Potencialidades das indústrias culturais para a defesa da inclusão social”.  Este é  é parte do corpo de conselhos setoriais da organização, tomando para si iniciativas como: impulsionar e fortalecer a cooperação cultural na região; reconhecer e promover a cultura como indispensável para desenvolvimento e superação da pobreza e da desigualdade, e promover a redução de assimetrias regionais e sub-regionais por meio da promoção e do acesso universal à cultura (UNASUR, 2012). Seu estatuto oficial explícita com nitidez que a UNASUL busca fomentar a criação e o intercâmbio de conteúdos e narrativas culturais entre os seus países membros, realizando reuniões regulares entre delegadas para desenvolver acordos, políticas públicas e projetos que prezem pelos objetivos da organização (UNASUR – CSC, 2012).

Uma das vias para estimular desenvolvimento cultural em uma sociedade é o suporte à indústria criativa, área econômica que trabalha especificamente com atividades intensivas em conhecimento, originalidade e criatividade para atender necessidades estéticas e de qualidade de vida, abrangendo setores como a propaganda, as artes cênicas, a música e as produções para televisão e rádio (BENDASSOLLI et al., 2009). Indústrias criativas são uma convergência de tecnologia e arte, e possuem potencial econômico crescente na atualidade (HOWKINS, 2001)

A UNASUL, ao mesmo tempo em que promove essas indústrias, também se compromete a garantir o direito de acesso amplo e irrestrito à cultura para todas as populações de seus estados membros, em particular as comunidades indígenas, os afrodescendentes e as comunidades carentes (RPP, 2013). Partindo deste compromisso, a SiNUS 2017 traz o Conselho Sul-americano de Cultura da UNASUL para secundaristas propondo aliar questões de desenvolvimento com inclusão social e superação de disparidades de classe e etnia.